Somente Chama-me Jacob


Génesis 32:22-32 

A nossa cultura centra-se “Eu“, parece ser um problema da sociedade moderna e pós moderna, mas desde o principio dos tempos que somos consumidos por uma luta interior entre quem realmente somos e quem pretendemos ser.

Não podemos enganar a Deus com os nossos disfarces e com as nossas máscaras, no entanto podemos facilmente perder o norte de quem realmente somos, perseguindo as tendências do que o sistema diz como devemos ser.

Através da vida de Jacob vamos poder aprender que todo aquilo que desejamos alcançar somente pode ser dado por Deus quando nos apresentamos a Ele tal como somos .

Morte à selfie

Em Génesis 32  Jacó luta fisicamente com Deus uma noite inteira. Toda a sua vida, Jacó tinha lutado. Ele até lutou com seu irmão gêmeo Esaú, enquanto ainda estavam no útero da mãe. 

Vamos usar o termo selfie como analogia 

Morte à selfie. Um selfie ilustra o conflito que existe dentro de cada um de nós.  

Selfie - mais de um milhão são colocadas diariamente NAS REDES SOCIAIS .

Assim como Jacob lutou com sua família, com Deus e consigo mesmo para encontrar-se a si mesmo, nós temos um  conflito interior . 

o conflito entre quem realmente somos

como gostaríamos de ser 

como gostaríamos que os outros nos vissem

quem pensamos que deveríamos ser

O objetivo é que através da escritura na personagem bíblica de Jacob e na sua história possamos nesta série realmente abraçar quem somos e deixar para traz quem pensamos que deveríamos de ser .

Vamos rever-nos nessa luta interior que todos experimentamos em diferentes níveis na pessoa de Jacob que é quem  melhor ilustra e revela essa luta, que tal como tu e eu é uma pessoa complicada .

Podia ter escolhido a Noé que construí a arca mas depois se embriagou e fez coisas bem estranhas. 

Podia ter escolhido Abraão o pai de muitas nações, que mentiu.

Moisés o libertador do povo das mãos de faraó, que assassinou e teve de fugir . 

Podia ter escolhido David, homem segundo o coração de Deus, que desejou a mulher de um soldado seu e para que pudesse ficar com ela, engendrou a sua morte. 

Assim que se tu pensas que és uma pessoa complicada ou que a tua situação é demasiado complicada tens muita companhia. Deus conhece as nossas complicações e tem compaixão quando as apresentamos na sua presença sem as encobrir.

Mas vamos a Génesis 25:21-26 

Jacob – ficou com este nome – o suplantador – pois tentava passar á frente de seu irmão .

Ser o primogénito nesta cultura trazia muitos direitos e privilégios e a melhor parte é que na herança o primogénito fica sempre com a maior porção .

Algo que foi instintivo – a mentalidade do “eu” primeiro

Uma mentalidade do egoísmo (selfie – selfish) - querer ter mais que… 

A criança não precisa ser ensinada a dizer “eu, meu”, mas precisa ser ensinada  a dizer “por favor”

 Consideremos então Mateus 6:33! 

O “Eu” primeiro,  faz-nos viver de forma miserável .

Jacó agarrou o calcanhar de Esaú, porque queria ser o primeiro .

Jesus disse em Mateus 20:16: “Não são aqueles que conseguem passar á frente que terminarão na  frente.

Os últimos  serão primeiros .

Os primeiros serão últimos”.  Esta é a dinâmica do reino de Deus.

Se passas a vida centrando tudo em ti mesmo, num selfie mode, o teu “eu” primeiro, és um miserável.

Passar a vida a agarrar os calcanhares dos outros, é esgotante e miserável, e não é efectivo.

Lê Lucas 9:25.

Que aproveitas tu, se como “Jacó”, agarras as coisas, os status, sucesso e segurança, e depois descobres que perdes-te a ti mesmo no processo de quereres agarrar tudo isso?

Claro que  tens de “perder-te” a ti mesmo, mas de forma a que Deus te possa mostrar um “Eu” que não seja centrado nessas coisas do status e do sucesso.  

Jacó nasceu a agarrar o calcanhar do irmão. No entanto continuava a não ser o primogénito.

Esaú era um bom caçador, ia para a floresta. Jacó era mais caseiro.  Ficava mais perto de casa, perto da mãe .

Muitas vezes acabamos por desistir daquilo que mais queremos por aquilo que queremos agora. Isso é perigoso.


Quando te centras em ti mesmo, nunca nada é suficiente .

C. S. Lewis disse:  “ Não temos orgulho em possuir, mas sim, em possuir mais do que alguém “.

Não é suficiente ser magro,  mas ser mais magro do que ele ou ela .

Não é suficiente ser bem sucedido. Mas ser mais bem sucedido do que ele ou ela.

Sempre o “Mais que…”.

O problema  é que vais encontrar sempre alguém que te vai superar !....

Quando Jacó era mais jovem, ele enganou o seu pai, para que este lhe desse a bênção que era para o seu  irmão mais velho .

Em Génesis 27-28 relata que ele chegou a vestir, como disfarce, peles de animais, para fingir ser Esaú, diante do seu pai que estava cego na sua velhice. Quis, deste modo, roubar a bênção que pertencia ao seu irmão. 

Nós também colocamos “trajes” para conseguirmos as coisas que “pensamos que precisamos”. Todos nós temos uma lacuna entre “a pessoa que queremos  ser”, e  “a pessoa que somos”. Por isso, criamos  uma identidade falsa para preencher a lacuna.

Jacó recebeu a bênção fingindo ser alguém que não era. Mas por causa do seu engano, ele teve que passar os vinte anos seguintes, a fugir  de Esaú. 

Ele alcançou exactamente, o que  queria. Mas ele nunca pôde  desfrutar da sua progenitura, em paz.

“É BEM POSSIVEL QUE OBTENHAS AQUILO QUE QUERIAS, MAS DEPOIS DE O TERES, JÁ NÃO QUERERES TER AQUILO  QUE OBTIVESTE.”. 

Durante mais de três meses, cada quarta-feira, no Lourel, Sintra, foi ensinada na reunião de estudo bíblico, o livro de Hebreus.

Porque sabemos da dificuldade em guardarmos tudo o que aprendemos, devido aos muitos afazeres, ressaltamos aqui algumas das muitas coisas que precisamos de continuar a guardar no nosso coração, para edificação da nossa própria vida espiritual, e para ensinarmos outros. 

Crermos e confessarmos a SUPERIORIDADE DA PESSOA DE JESUS  1:1-4:13                                

Superior aos profetas  1:1–3                                                                                

Superior aos anjos  1:4–2:16                                                                               

Superior a Moisés  2:5-3:1                                                                                 

Superior a Josué   4:8,9                                                                                        

Reconhecermos A SUPERIORIDADE DO MINISTÉRIO DE JESUS   4:14-10:39   

Segundo a ordem de Aarão 5:1-4                 

Segundo a ordem de Melquisedeque  5:6,10; 6:20; 7:1-23                          

Sobre o sacerdócio do Antigo Testamento cap. 8        

O Melhor Pacto e O Melhor Tabernáculo  cap. 9-10:18                                              

Conhecer e andar NA SUPERIORIDADE DO CAMINHAR NA FÉ   11:1-13:25  

Os exemplos da fé  11:1-12:2  

A corrida da fé   12:3–15   

O caminhar do peregrino na fé  13:1–25

Um aspecto muito importante que estudámos em Hebreus, foi a sua aplicação à nossa vida quotidiana. E nesta caso particular, o autor não deixou que os crentes fieis da altura, nem os de agora, deixem de considerar algumas advertências sérias, que se não forem tidas em conta, podem levar-nos ao afastamento da Graça divina. Por essa razão devemos seguir os conselhos da Palavra. Aconselho a sublinhar ou a pintar essas advertências na sua Bíblia pessoal.

A primeira advertência encontramo-la no capítulo 2:1-4. Por isso convém atentarmos mais diligentemente para as coisas que ouvimos, para que em tempo algum nos desviemos delas.

· Como escaparemos nós, se descuidarmos de tão grande salvação?

 A segunda encontramo-la do capítulo 3:7-4:13.

· Pelo que, como diz o Espírito Santo: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações,

 · Vede, irmãos, que nunca se ache em qualquer de vós um perverso coração de incredulidade, para se apartar do Deus vivo; antes exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado; 

· Procuremos diligentemente entrar naquele descanso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência. 

 A quarta advertência está em 10:26-39.

 · Porque se voluntariamente continuarmos no pecado, depois de termos recebido o pleno conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados,

· Lembrai-vos, porém, dos dias passados, em que, depois de serdes iluminados, suportastes grande combate de aflições; pois por um lado fostes feitos espetáculo tanto por vitupérios como por tribulações, e por outro vos tornastes companheiros dos que assim foram tratados.

· Não lanceis fora, pois, a vossa confiança, que tem uma grande recompensa. 

· Mas o meu justo viverá da fé; e se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que recuam para a perdição, mas daqueles que crêem para a conservação da alma. 

 A quinta advertência pode ser encontrada em 12:14-29.

 · Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor,

· tendo cuidado de que ninguém se prive da graça de Deus, e de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem; 

· e ninguém seja devasso, ou profano como Esaú.

 No capítulo 11 está uma lista daqueles que ousadamente se destacaram na caminhada da fé. Mas não é neles que os nossos olhos devem estar colocados, mas Naquele que a carta diz ser o AUTOR e CONSUMADOR da Fé.

Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus. 

 Considerai, pois, aquele que suportou tais contradições dos pecadores contra si mesmo, para que não enfraqueçais, desfalecendo em vossos ânimos. Hebreus 12:2-3.

 

Media

Comentários