Testemunho José Branquinho

Olá, chamo-me José Branquinho, sou casado com a Manuela e tenho dois filhos, a Rute com 23 anos e o Zé Pedro com 17. 

Sirvo ao Senhor como Pastor, na Remar. Ingressei mais a minha esposa em 1992 com graves problemas de delinquência, resulta-do de estarmos a viver uma vida sem Jesus. 

Graças a Deus, nesta obra, que estava a dar os primeiros pas-sos em Portugal, tanto eu como a minha esposa pudemos des-frutar da misericórdia e do amor de Jesus e ser totalmente res-taurado física e emocionalmente. 

No ano passado, mais precisamente em 31 de maio, fui opera-do aos rins e aquilo que devia no ponto de vista dos médicos ser uma operação simples, tornou-se em algo extremamente complicado onde uma paragem cardíaca e uma hemorragia gra-ve quase me pôs fim à vida, estive internado no hospital duas semanas e mais de um mês em casa em convalescença. Em con-versa tida com o médico mais tarde, ele dirigiu-se a mim dizen-do-me: O senhor entrou no túnel e voltou para trás. 

Depois de tudo o que tinha passado no hospital, e como se isso não bastasse ao fim de quase 8 meses, continuava com muitas dores e sangramentos. Depois de várias idas às urgências e de imensos exames, descobriram finalmente um objeto que tinha ficado alojado no meu corpo, e que era o causador de todo o meu mal estar. Este tempo foi de uma grande prova, foi bastante difícil, e inúmeras vezes perguntei em oração ao Pai se o meu tempo de vida na terra estava a chegar ao fim, porque era dema-siado o sofrimento em que me encontrava. 

No dia 8 de fevereiro deste ano, fui a uma consulta mas já não me deixaram sair do hospital, e numa pequena cirurgia extraíram o famoso objeto (um cateter) e esta foi a resposta de Deus à minha oração. 

Agora estou como novo, já não me dói nada e já não sangro. Com 54 anos, estou a viver vida com quali-dade. Foi um grande alívio para familiares, amigos e toda a família da fé se alegrou com a minha alegria. Aproveito a revista CONTACTO, para animar e encorajar aqueles que já perderam a esperança quanto às circunstâncias difíceis que estão a passar, confiem a Deus a vossa dificuldade e Ele vai cuidar de vós como na Sua misericórdia fez comigo.

Deus vos abençoe 

Read more...

Testemunho António Martins

Olá! O meu nome é António Martins, conhecido por Toni, e esta é a minha história de vida.

Aos 15 anos de idade era eu um jovem ambicioso  quando comecei a consumir drogas, desde a mais fraca até à heroína e cocaína.  Passei 17 anos a consumir, sem saber que o meu problema era o vazio que estava no meu coração, que sempre tentava preenchê-lo com tudo, menos com Jesus , que mais tarde foi a minha Salvação! Através da REMAR conheci o meu único Salvador, Rei e Senhor. Entreguei –Lhe a minha vida Ele me socorreu e me encheu com o Seu amor inconfundível, e com o Seu abraço maravilhoso, me concedeu a verdadeira vida que nunca mais foi a mesma. Hoje continuo na Remar! Estive a servi-Lo em Missões na África durante 18 anos. Aí conheci a minha esposa, que por vontade de DEUS me deu três queridos filhos.

 As consequências devido ao uso e abuso das drogas e do álcool foram desastrosas para a minha saúde!  No ano de 2010 fui forçado a sair de Angola pois fiquei sem documentação, acabando por vir para Portugal! 

Na viagem de avião, e em pleno voo, rebentou-me uma variz no meu esófago. Quando o avião aterrou, fui levado directamente para o hospital. Depois de vários exames, foi-me  diagnosticado, hepatite C acompanhada de cirrose! Passei por um tratamento intensivo, melhorei mas não fiquei bem. Como se isso não bastasse, fiquei  em Portugal cerca de 9 meses sem a minha querida esposa Dina, e sem os meus três filhos, Débora, Pedro e David que foram a maior dádiva de Deus para mim depois de me ter salvo da minha vã maneira de viver! A minha  família acabou por vir ao meu encontro em 2011. Entretanto o meu estado de saúde foi piorando; a ponto de nem sequer me poder movimentar. Fiquei muito inchado com ascite e sem forças. Observo agora os movimentos de minha família, pois para nós quando somos confrontados com o fim da nossa vida é que nos damos conta! Fiquei com muito medo e sentir que deixava a minha família! Meus pequenos filhos minha esposa!...  Foi muito difícil!... Ainda agora que estou a escrever, sinto um aperto no meu peito... Pois me recordo bem, é algo que fica muito bem gravado na nossa mente! e em nosso coração!

 Mas DEUS está dentro de nós e sente a nossa necessidade! Ele ouviu  o meu clamor, a minha angústia e teve grande misericórdia! Na consulta hospitalar, a minha médica deu-me somente uma a duas semanas de vida, pois eu estava nas últimas! Imaginem como fica o nosso coração!?... E aí, lembro-me de estar no meu leito, que me voltei para Deus, e baixinho clamei a DEUS para que me deixasse ver os meus filhos crescer!  Vê-los segui-Lo, e então me levar para junto Dele! “Oh DEUS! como te agradeço tanto por Teu Amor!”.

Dois dias depois, DEUS por amor e misericórdia me deu um novo órgão. Fiz um transplante de fígado e graças a Ele, é que estou dando este testemunho. E se tivesse mais espaço para escrever, mais diria. A quem o ler, desafio-o a que ponha toda a sua confiança, sua vida, sua família, as dúvidas, angústias, sofrimentos, e tudo o que tiver mais, nas mãos de DEUS, pois Ele é o nosso Pastor e nada nos faltará!

Read more...

Testemunho Miguel Diez

Miguel Diez nasceu em Leon, Espanha, no dia 20 de Julho de 1946 e está casado com Maria del Cármen.

È reconhecido internacionalmente por ter participado em inúmeros congressos.

Discipulou centenas de obreiros missionários e promoveu muitas empresas a nível nacional e internacional.

Conferencista, escritor, director e produtor de televisão e rádio, fundou a TV Solidária -cadeia de televisão, assim como R.K.M. - estação de rádio; a Igreja Evangélica Corpo de Cristo; a produtora Visual 777; o Ministério Sefarad-Israel; a Remar Internacional e o jornal El Internacional.

Filho de um funcionário público e mãe professora desenvolve os seus estudos primários no Colégio dos Agostinhos em Leon e o liceu na mesma cidade, dois anos de Medicina e um de Filosofia e Letras na Universidade de Valladolid, um ano e meio de Aliança Francesa em Paris.

Mais tarde estuda dois anos na escola de Arte Dramática em Madrid e um ano de Ciências Empresarias na UNED.

Durante os seus estudos na escola de arte dramática, conhece a Maria del Carmen Jimenez, estudante de dança clássica, com quem se chega a casar em 1970.

Desde essa data e durante 15 anos trabalhou como Director-gerente do Hospital Médico Cirúrgico Clínica Alava na cidade de Vitória, Espanha.

Em 1981, ainda no decurso das suas funções como director-gerente da Clínica Alava, adquiriu com os seus próprios recursos uma quinta agrícola, na qual, com a colaboração dos cunhados começou a acolher, desde 1982, todo o tipo de jovens com problemas de marginalização social, em especial toxicodependentes.

Na casa em que habitavam começaram acolher mulheres com a mesma problemática, assim como mães solteiras.

Miguel Diez foi o fundador desta iniciativa no País Basco e desde o princípio se entregou incondicionalmente às pessoas que recorriam ao centro procurando ajuda.

Lutou com todas as suas forças para que este trabalho se implementasse, apesar de tantos impedimentos e dificuldades que se atravessavam.

Com o seu entusiasmo, ímpeto, serenidade e paciência começou a ver frutos do seu esforço e dedicação, pois os jovens toxicodependentes iam permanecendo após os tratamentos manifestando o interesse de continuar e apoiar a iniciativa.

Desde o inicio centrou os seus esforços naquelas pessoas que acudiam ao Centro com toda a sorte de problemas, sendo positivo, entusiasta, trabalhador, diligente e exigente com o seu trabalho, animando sempre os demais na realização de tarefas e na tomada de responsabilidades, tendo uma postura valente e compassiva ao decidir nunca dizer não a quem precisa de ajuda e a determinar como sua única meta a total reabilitação dos jovens e suas múltiplas dependências.

Miguel é uma pessoa cheia de iniciativas, projectos e ideias realizáveis, positivas para a sociedade, as quais têm sido desenvolvidas pouco a pouco com este trabalho.

Demonstra grande facilidade com os negócios, sabendo implantar as suas ideias e motivar aqueles que o escutam.

É generoso, hospitaleiro, organizador, com grandes dotes de direcção e organização, imaginativo, empreendedor, dinâmico e de carácter colérico- melancólico.

Não desperdiça nenhuma oportunidade para semear a mensagem do Evangelho e nas suas longas viagens, não cessa de falar e de convidar a muitos marginalizados de diferentes países a ingressar nos centros aonde podem encontrar sustento e abrigo, motivando aos responsáveis de cada comunidade a que não percam a compaixão pelos demais.

O seu perfil está integralmente direccionado para aquelas actividades de cariz altruísta e de ordem moral e humano, sendo capaz de projectar situações a priori para depois estruturá-las dentro de um contexto humano e dar-lhes tonalidades e soluções apropriadas.

Miguel Diez deixa de parte em qualquer circunstancia o desejo de protagonismo, já que a sua personalidade se caracteriza pela moral e entrega, sem se distrair com superficialidades.

Actualmente ocupa funções como Presidente e Director geral da Remar Espanha e Remar Internacional, com mais de 25.000 pessoas acolhidas em seus centros por todo o mundo, com lares para milhares de crianças órfãs, colégios gratuitos para mais de 3.000 crianças, refeitórios em lugares de máxima necessidade, refeitórios em prisões africanas para mais de 4.000 presos.

Durante estes anos pode-se assegurar que foram atendidas de forma completamente gratuita mais de 100.000 jovens espanhóis procedentes das ruas e das prisões, dos quais 25.000 realmente se encontram restaurados.

Como Presidente desta Associação, que está registada no Ministério do Interior , ocupa-se com a coordenação dos diferentes dirigentes de cada Centro em Espanha, bem como em Portugal, Inglaterra, França, Itália, Alemanha, Áustria, Suíça, Burkina Faso, Ghana, Costa do Marfim, Estados Unidos, México, Guatemala, El Salvador, Nicarágua, Costa Rica, Honduras, Panamá, Peru, Equador, Argentina, Uruguai, Chile, Brasil etc.

Encarrega-se da supervisão das diferentes empresas que foram sido criadas, cerca de 1000, com o compromisso voluntário anual de auditoria pública e velando sempre para que os débitos e as despesas sejam bem geridos.

Dedica grande parte do seu tempo em viagens para adquirir novas casas de acolhimento e para verificar o funcionamento de cada comunidade.

Graças á sua vocação artística e literária, já escreveu vários livros de teatro, poemas, ensaios cristãos, narrações, etc.

Read more...
Subscribe to this RSS feed

Enlaces Ministeriais

Enlaces Ministérios Cristãos que colaboram direta/indiretamente em Portugal e Internacional.

Enlaces Institucionais

Enlaces institucionais de ajuda e apoio ao próximo

Outros Enlaces

Outros enlaces de colaboração e serviços