Logo
Print this page

Lesões da Alma, Qual o Antídoto?

Lesões da Alma, Qual o Antídoto?

"Pois na sua mão está a vida de todos os seres vivos e o espírito que anima todos os seres humanos. ” 
"Na  sua  mão  está  a  alma  de  todo  ser vivente e o espírito de todo o género humano." – Jó 12:10
No que se retrata ao sofrimento, não existe muita  diferença,  tanto  para  com  os  ricos quanto para com os pobres, para os feios ou bonitos, gordos ou magros, poderosos ou esquecidos, a dor existe para todo mortal, é algo que acontece a toda a criatura.
A pior dor é a da consciência que faz que um sentimento amargo que brote de dentro para fora.

Por  muitas  vezes,  é  tão  denso  que  parece criar uma crosta dentro de nós.
Ainda que, o motivo pelo o qual se sofre seja o mesmo para varias pessoas, a reação de cada um  nunca  é  igual,  é  curioso  que  temos  o hábito de dizer para alguém que está a sofrer “ eu  entendo  a   tua  dor”  m e n t i r a  n ã o entendemos nada!
Apenas supomos ou imaginamos, porque cada ser  humano  tem  um  organismo  diferente,  o seu  metabolismo  age  e reage adequado ao seu  sistema  funcional,  então  a  dor  que  eu sinto, os outros não o sentem, mesmo que a causa seja a mesma.
Somos inconscientes quando proferimos ditas palavras como uma forma de trazer alguma tranquilidade algum conforto para pessoa em causa.
A dor emocional surge quando á nossa volta ou em nós, presenciamos, ouvimos, fazemos ou alguém fez ou disse algo que não é proporcional á nossa consciência.
Então, proporciona um atrito existencial surgindo um desequilíbrio interno, isto enfraquece o espirito, abate a alma e adoece o corpo, e os frutos consequentemente são de aflição, amargura, tristeza, decepção, frustração, magoa, raiva.
Mas, para que acontecesse este confronto, alguém contribuiu… O homem.


Então  a  dor  que  sentimos,  ela  só  existe, porque nós ou alguém contribuiu para a mesma.
E como podemos livrar-nos deste sentimento e não deixar que ele permaneça mais tempo do que já o existente?

Como não permitir que essa tristeza torne-se em depressão? Ingerindo o antibiótico certo. Oração. E se a situação começou hoje? Oração também.
Por quê?
Oração é uma conversa que ativa a ligação do problema com a solução. Ou seja, quando começamos a orar o espirito abatido vai reagindo ganhando forças, erguendo-se, indo á procura da cura na sua origem, em Deus.
"o Eterno formou o Homem a partir do pó da terra e soprou em suas narinas o fôlego da vida. E o Homem passou a ter vida — tornou-se um ser vivo!" Gn.2:7

Aquele que tornando-se carne foi capaz de passar por todo o tipo de dor, no corpo, na alma e no espirito, Jesus. "Mas  ele  foi  trespassado  por  causa  das nossas faltas, aniquilado por causa das nossas culpas. O castigo que nos devia redimir caiu sobre ele; ele recebeu os golpes e nós fomos poupados" Isaías 53:5
Então  percebendo  estes  factores  temos  de  p r o c u r a r   a   f a r m á c i a   q u e   e s t á permanentemente aberta sem fechar para adquirir o antibiótico.
"Buscar-me-ão e me acharão quando me buscarem de todo o vosso coração, se me procurarem de todo o vosso coração."Jeremias 29:13 A linha SOS DEUS, está disponível 24/24
"Uma vez que ele próprio sofreu a tentação, pode socorrer todos os que são tentados." Hb.2:18

Mas agora diz-me então, conheces alguém melhor para te ajudar?
Quando nós nos direcionamos para Jesus contando-lhe o acontecimento, o facto, Ele conhecedor do que é realmente a dor, a sua ação  no  imediato  é  providenciar  o  remédio certo em conformidade com a nossa estrutura e com a densidade da lesão que a dor causou em nós, subitamente ele derrama o bálsamo da cura no nosso espirito que se vai enchendo até transbordar na nossa alma, que de forma suave enche o nosso ser, satisfazendo o cérebro, inundando o nosso coração, então toda aquela ramificação dolorosa que estava enraizada em nós vai-se desfazendo, fazendo que  todo  o  teu  sistema  imunológico  fique lavado e muito mais forte porque o bálsamo fez a função da agua apagou a nossa dor trazendo de volta a felicidade da vida.

Mt.5:1-12 "Ao ver a multidão, Jesus subiu ao monte. Sentou-se e os seus discípulos foram  para  junto  dele.  Jesus  começou então a ensiná-los desta maneira: «Felizes os que têm espírito de pobres, porque é deles o reino dos céus! Felizes os que choram, porque Deus os consolará! Felizes os humildes, porque terão como herança a Terra! Felizes os que têm fome e sede de ver cumprida a vontade de Deus, porque Deus os satisfará! Felizes os que usam de misericórdia para com os outros, porque Deus os tratará com misericórdia! Felizes os íntegros de coração, porque hão de ver Deus! Felizes os que promovem a paz, porque Deus lhes chamará seus filhos! Felizes  os  que  são  perseguidos  por

procurarem que se cumpra a vontade de Deus, porque é deles o reino dos céus! Felizes serão quando vos insultarem, perseguirem e caluniarem, por serem meus discípulos! Alegrem-se e encham-se de satisfação porque é grande a recompensa que vos espera no céu. Pois assim também foram tratados os profetas que vos precederam."

Media

Direitos ICCM