Diferença entre Orar e Clamar

Sabias que...

... Há diferença entre oração e clamor!

A oração, numa linguagem simples e acessível, signi ca “falar com Deus com afecto”. Aí está uma consciência humana de quem Deus é e de quem nós somos. Não é algo religioso, nem uma repetição mecânica decorada e repetitiva. É linguagem do coração, que muitas vezes nem sai por palavras, mas por lágrimas, a linguagem da alma.

Clamar é suplicar, implorar, manifestar necessidade de algo, bradar, gritar, falar em voz alta. Podemos falar com Deus, sem que seja necessário clamar, mas é impossível clamar sem que haja oração. Há alturas em que o sufoco precisa de ser expresso diante do nosso Deus.


São muitos os que debaixo das pressões da vida, das circunstâncias adversas, esquecem-se ou perdem a vontade de clamar. Muitos deixam de orar e simplesmente emudecem para com Deus. Outros consideram que uma vez que entregaram as suas vidas nas mãos e aos cuidados de Deus, e acham que como Deus conhece tudo, não precisam dizer nada do que vai nos nos seus corações, e, na sua ignorância, culpam a Deus pelas coisas más que têm de passar. Mas o Deus Vivo que servimos, é Pai, e mesmo conhecedor de todas as coisas, gosta de ouvir a nossa voz, o partilhar do nosso coração. Esta é a forma de comunicarmos com Deus, de chamarmos a Sua atenção para nós, de pedirmos a Sua intervenção a nosso favour e de outros.

O desespero e a angústia, a injustiça e a necessidade são motivos para clamar...
Somos tentados na nossa debilidade a abandonar as soluções de Deus e procurarmos as nossas próprias soluções. Mas essa é justamente o momento de clamar! Há promessas de Deus para aqueles que clamam a Ele:

“Clama a mim, e responder-te-ei e anunciar-te-ei coisas grandes e rmes, que não sabes.” Jeremias 33:3
“Levanta-te, clama de noite no princípio das vigílias; derrama o teu coração como águas diante da face do Senhor; levanta a ele as tuas mãos, pela vida de teus lhinhos, que desfalecem de fome à entrada de todas as ruas.” Lamentações de Jeremias 2:19

Se o zeres Deus jamais te deixará sem resposta. Há testemunhos na Palavra de Deus que devem animar-nos a nos aproximarmos de Deus com con ança. Quando tu te curvas diante Dele para gritares as tuas necessidades, Deus inclina os seus ouvidos para te atender. Ora repara:

“Clamou este pobre, e o SENHOR o ouviu; e o salvou de todas as suas angústias.” Salmo 34:6

“E Asa clamou ao SENHOR, seu Deus, e disse: SENHOR, nada para ti é ajudar, quer o poderoso quer o de nenhuma força; ajuda-nos, pois, SENHOR, nosso Deus, porque em ti con amos e no teu nome viemos contra esta multidão; SENHOR, tu és o nosso Deus, não prevaleça contra ti o homem.” 2 Crónicas 14:11


Havia uma mulher cananeia que tinha a sua lha escravizada por uma FORÇA demoníaca que não a deixava viver uma vida normal, mas esta mãe clamou a Jesus, que a libertou-a pelo PODER da palavra da Sua boca. (Mateus 15:22). Havia um cego que clamour e voltou vendo. (Lucas 18:35- 38). Estêvão intercedeu clamando por aqueles que o apedrejavam até à morte. (Atos 7:60).

Leia com o coração este texto: “E Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele de dia e de noite, ainda que tardio para com eles?” Lucas 18:7
Posted in
Tagged with , ,

Related Posts

Recent

Categories

Archive

Tags