A VIDA É UM SOPRO!

É bom pensarmos na brevidade dos nossos dias, um assunto tão sério e pertinente, em que possivelmente aumentou o número dos que meditam nele, devido à crise que está a acontecer no mundo. A vida passa a correr diante dos nossos olhos, e estamos nela, mas, por vezes, parece que estamos passando ao lado dela.

Muitos estão a aprender a viver “o aqui” e “o agora”, devido às crises existenciais pelo que passam. Moisés, o Grande Homem de Deus que foi usado para libertar um povo escravizado, e é o autor do Salmo 90: 9, 10, 14, descreve a brevidade da vida de uma forma simples, mas profunda.
 
“Pois todos os nossos dias vão passando na Tua indignação; acabam-se os nossos anos como um conto ligeiro. A duração da nossa vida é de setenta anos, e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos, o melhor deles é canseira e enfado, pois passa rapidamente, e nós voamos… Sacia-nos de madrugada com a Tua benignidade, para que nos regozijemos e nos alegremos todos os nossos dias.”

O versículo12 do mesmo Salmo encerra com palavras de uma sabedoria que vem do coração de Deus. E quem dera que percebêssemos a necessidade de vivermos dessa forma: “Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos coração sábio.

Infelizmente, grande parte da humanidade agarra-se ao passado, que nem tem tempo para viver o seu presente, o seu “hoje”. Outros estão tão preocupados com o futuro que nem prestam atenção às dádivas do seu dia-a-dia.
Bastantes anos mais tarde, o Apóstolo Tiago, na sua carta aos judeus que viviam dispersos, escreve:

Eia, agora, vós que dizeis: Hoje ou amanhã, iremos a tal cidade, e lá passaremos um ano, e contrataremos, e ganharemos. Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco e depois se desvanece. Em lugar do que devíeis dizer: Se o Senhor quiser, e se vivermos, faremos isto ou aquilo.” Tiago 4:13-15

A nossa vida que parece tão consistente e duradoura, não passa de um sopro. Felizes aqueles que conseguem deixar o seu legado, mas mais ainda, os que a souberam aproveitar, tirando dela o melhor proveito, vivendo com Deus e para Deus.

Quando o homem foge deste padrão, a vida é nada, porque o mais importante não são os feitos ou destaques em alguma área, mas o seu ser perante Deus e perante os seus semelhantes. Aquilo que nos leva a pensar que estamos a viver bem, pode ser puro engano, porque a vida que recebemos pela graça divina, tem como objetivo primário, ser vivida para Deus e glorificá-Lo a Ele.

Os talentos naturais tornam-nos únicos aos olhos Daquele que com tamanho amor nos criou e os concedeu. Mas esses talentos não só para vivermos aqui, mas para nos preparar simultaneamente para uma eternidade com Ele. Desperdiçar esta maravilhosa dádiva é insensatez humana.

Deus, na Sua infinita bondade, deixa-nos viver de acordo com as nossas escolhas, mas por todas elas, prestaremos contas perante o nosso Criador. Nós não somos de nós mesmos, nem vivemos para nós mesmos, quer queiramos, quer não.

“Alegra-te, jovem, na tua mocidade, e alegre-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas essas coisas te trará Deus a juízo. Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento;” Eclesiastes 11:9, 12:1  

“De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque este é o dever de todo homem. Porque Deus há de trazer a juízo toda obra e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.” Eclesiastes 12:13,14


Este é o dever de todo o ser humano, temer a Deus e de guardar os Seus mandamentos. Ninguém está forçado a fazê-lo, mas também ninguém pode desculpar-se de não os saber.
Uma das muitas parábolas contadas por Jesus aborda esta realidade e da forma mais dramática.

“E propôs-lhes uma parábola, dizendo: A herdade de um homem rico tinha produzido com abundância. E arrazoava ele entre si, dizendo: Que farei? Não tenho onde recolher os meus frutos. E disse: Farei isto: derribarei os meus celeiros, e edificarei outros maiores, e ali recolherei todas as minhas novidades e os meus bens; e direi à minha alma: alma, tens em depósito muitos bens, para muitos anos; descansa, come, bebe e folga. Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma, e o que tens preparado para quem será? Assim é aquele que para si ajunta tesouros e não é rico para com Deus.” Lucas 12:16-21

Tudo o que o homem consegue é pela misericórdia de Deus, mas somos ingratos devido à nossa tendência pecaminosa e “pobres” no nosso relacionamento para com Ele. Aqueles que têm conhecimento que seguir os conselhos de Deus é a melhor atitude para esta vida, sabem que ela não termina aqui. Mesmo que este corpo sucumba, não é o fim.

As promessas de Deus são segurança para os que exercitam a sua fé e creem nelas. “Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem são as que Deus preparou para os que O amam.
1 Coríntios 2:9

Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu um Deus além de Ti, que trabalhe para aquele que nele espera.
Isaías 64:4

Sejamos sábios e diligentes procurando o nosso Criador e o Seu Conselho enquanto temos vida aqui. Ela tem propósito! É para a manifestação da graça e da glória de Deus.
J.F.

No Comments


Recent

Categories

Archive

 2020

Tags

APRESENTAR BLOG Bíblia COVID-19 Deus Israel Jerusalem Miguel Diez SACRIFICIO aflição aliança evangelica alma amigo de deus amizade amor de Deus amor animo ansiedade anunciar aperfeiçoar apoio social armadura de Deus atitudes atleta barro bem biblia boas novas boas perspectivas caminho campanhas cansados casamento compromisso comunidade confiança confiar conhecer consolo convivio coração coronavirus corpo do messias crer crianças órfãs crise cristo cristãos cruz cuerpo de cristo cuidar cura decisão descanso destino deus cuida de nós direção discípulo divino doença enfermidade escolha esforça-te espirito santo eternidade eutanásia evangelho fariseus feliz fe filho de Deus fortaleza higiene homem de dores homem hora humano iccm sintra iccm idolos igreja inauguração iccm sintra indiferença iniquidade interceder inverno jesus jovens cristãos jovens iccm loucura poder de Deus luis santos luz mais que vencedores mal marcha por jesus medo menino mensagem mente mestre missões morte moçambique natal nomes Deus noticias nova vida novo ano não obediencia oleiro oração pac palavra pascoa pastores iccm pecado perfeitos pergunta perseguição poder portugal para jesus pregar prevenção covid19 procurar promessas prudente que será quem sou reflexão refugio rejeição remarportugal remar ressurreição retiro esther reunião ministerial sabedoria saber viver salvação sarado sedento sefarad israel semana santa senhor servir sim sinais sobreviventes socorro sofrimento stream tempestades tristeza valor vencedores venho avisar verdade verão vida vigilia youth for christ